terça-feira, julho 04, 2006

Excesso de Luz

O tempo do iluminismo ficou caracterizado por um período de grande desenvolvimento científico e cultural. Actualmente, vivemos numa Sociedade de Informação ofuscada pelo excesso de informação que conduz a um efeito de contraluz que encandeia qualquer um que busque desenfreadamente Conhecimento e Saber.

A Sociedade de Informação, globalizante e em rede, potencia o Conhecimento e o Saber ao mesmo tempo que cria grandes obstáculos à sua propensão, sendo corrosiva de processos de inovação e descoberta de ciência nova. Contudo, e ao mesmo tempo, de forma paradoxal, abrem-se novas portas nas Ciências, pois que a partilha de informação, a sua disponibilização transfronteiriça e em tempo real, permite uma rápida evolução dos processos de desenvolvimento de conhecimento.

Porém, e esta poderá ser a conclusão a tirar, o facto da informação estar acessível, disponível, ser válida e íntegra, só por si, isso não conduz o individuo – todo e qualquer um – a que desenvolva um processo de e para o conhecimento!

Efectivamente, o grande desafio com que se depara o “Homem global” é conseguir caminhar e desenvolver-se, por si ou colectivamente, por entre as redes de informação, desenvolvendo competências e valências que lhe permitam alcançar conhecimento e, daí, permitir o desenvolvimento da civilização.